Veni, vidi, vici.

Empresto do General Romano, o título do meu novo texto. Obrigada, Júlio. Não pretendo proclamar meu poder, apenas dizer que venci. Ao participar do Bazar OGente, venci várias batalhas internas, dilemas e questionamentos!  Será que consigo fazer coisas fofas? Quantas peças será que consigo produzir sozinha com minha Janome? Será que minhas coisas vão vender? Será que acertei nos produtos? Será que vai aparecer alguém? E se não comprarem nada? E se comprarem tudo?

E os dias que antecederam o bazar foram embalados por uma expectativa tremenda. As perguntas ecoavam sem resposta na minha cabeça. E os embrulhos? Envelopes de seda ou sacolas? Laços ou adesivos? E costura e costura e costura.

E o grande dia chegou, a noite anterior foi “marromenos”. Quando o despertador tocou as seis da manhã eu já estava em pé, minha alma mal tinha deitado.

Pela casa, organizadas, muitas sacolas, lanchinhos, jujubas (meus doces talismãs), envelopes de seda, sacolas e aquele desejo imenso e intenso de que tudo dê certo. Um beijo na Santa Clara, ao lado da cama, e lá fomos nos: Piv e Cat.

Chegamos e nos instalamos… Só sei que de repente, magicamente, ao montar minha mesa fui domada pela coragem. Ao lado de tantos expositores queridos, meu medo foi embora. De repente não era só eu. Éramos um time. Forte, lindo e colorido. E eu fui olhando os trabalhos, pirando… Quanta coisa linda! Quanta coisa fofa!

E daí, abriram-se as portas, as pessoas chegaram, um público doce, carinhoso e caridoso. Palavras gentis, elogios, vendas, bate papos, trocas… E foi tudo lindo. Que coisa mais boa ver as crianças rindo pros produtos, felizes porque compraram um bloquinho, dois, um Soneca, Ursinhos… Pô, é legal. Baita emoção.

Eu curti muito! A companhia não podia ser melhor, eu estava cercado de antigas amigas e de novas e especiais amizades: Marcia, Lu, Ju, Fabiana, Simone, Emy, Sara, Vivian, Andrea, Cláudia, Rita, Patricia ❤ … Saí com as sacolas mais leves e cheia de alegria. Foram dias de amizade, risadas, dias de amor. O clima do Bazar OGente é doce, gentil, afável, agradável… E eu precisei participar dele pra entender porque ele tem esse nome. Agora eu já sei! É porque o Bazar OGente é feito de Gente. DeGente talentosa, DeGente amorosa, DeGente prestativa, DeGente de alma grande. ôÔ gente legal! Valeu, OGentes. Obrigada!

Anúncios

10 comentários

  1. E nesse mundo que podemos chamar de mágico! Já q de um pouco tudo se transforma em muito! Qual foi o produto mais apreciado na tua banquinha? Conte tudo e não esconda nada… 🙂
    Um Natal de harmonia plena em família e um 2015 de muitas alegrias!!
    Abç
    S.O.
    Rio

  2. Querida Marcela…sua simpatia me encantou! E este encontro de ÓGenters é sempre assim: mal termina um, a Gente já fica esperando o outro, com a certeza do acolhimento e do bom ambiente. Muito lindo o seu texto! Beijos pra vocês da Rosa (Rosa Sirota).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s