A Gente Se Acaba!

Imagem

 

Correria! Trânsito pra chegar! Chances de encontrar uma vaga no estacionamento do shopping proporcionalmente igual a de ganhar sozinha na Mega da Virada! Três elevadores errados, dois lotados, uma escada rolante, uma amiga te esperando na porta da feira com o seu ingresso comprado, uma pulseirinha no pulso e obrigada, cheguei.

E fazer tudo isso pensando que se eu demorasse mais dois minutos todos os tecidos lindos da feira teriam acabado… é um peso. Louca? Um pouquinho. Quem é como eu compreende. E como é bom não estar sozinha nessa loucura. E éramos muitas ontem! E todas de olho nas novidades, nos tecidos, nos projetos, acessíveis, trocando dicas, sorrisos, experiências, vendo produtos, curtindo ideias, babando nas máquinas de costura. Ai, eu sempre preciso de mais uma. Será? Acho que sim.

E tem o carinho de encontrar as queridas e talentosas amigas expondo suas fofuras, ou simplesmente passeando. Abraço aqui, beijo ali mas nada que demore demais ou aquele tecidinho lá de passarinho branco e azul vai terminar. É! Durante essa imersão no fantástico mundo das feiras cada minuto de dispersão pode significar um metro e meio a menos daquele tecido que você tanto precisa. Aliás, como seria sua vida sem ele?

E além dos grandes pedaços existem também os pequenos, os kites: xadrez com bolinha e estampa, estampa com estampa e estampa, liso com estampa e bolinha, bolinha com bolinha e bolinha e azul com azul e branco e todas as outras mil cores e estampas e texturas e desenhos. Ai, que loucura!

E passa o cartão e passa o cartão e abre a carteira e fecha a carteira: Agora chega! Mas só até a gente chegar no próximo estande e descobrir que o melhor estava por vir: Por que eu comprei lá? Esses aqui estão tão mais lindos. Mas espera, eu tinha falado isso quando cheguei no outro estande e no outro e no outro.

Eu curto essas feiras onde a gente pode comprar coisas, passear e encontrar as pessoas que a gente gosta e falar e conversar. E horas depois eu saí carregando minhas sacolinhas e parei no Burguer King, afinal o que é mais um pecado para quem já que estava mergulhada na compota da culpa.

E cheguei em casa, empilhei tudo, suspirei e guardei meus novos tecidinhos numa gaveta onde misturo meus queridos aos importados. Tem coisa que eu separo, outras eu gosto tanto que misturo tudo. É a magia do amor.

8a Brazil Patchwork Show (é com Z mesmo)

Já fui!

http://www.wrsaopaulo.com.br/espanol/index.php/eventos/patchwork-sao-paulo

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s