No céu!

 

Trocando emails com uma amiga me veio a inspiração pra esse post…
Ando pensando muito nessa coisa Céu, não a cantora, o lugar mesmo, propriamente dito.
Um espaço suspenso perto das nuvens.  Tomara eu ganhe asas, porque morro de medo de altura.
Mas por que diabos eu ganharia asas?

Eu sempre penso no céu como um lugar com um azul da cor do céu (dã), nuvenzinhas brancas fofas bem branquinhas, um jardinzão com flores. Tudo limpinho, bem cuidado. Uns anjos passeiam com asas. Que louco né? Faria mais sentido se estivessem voando. Mas os passarinhos também, nem sempre estão voando.
No meu céu tem um monte de coisas legais pra fazer e uns rangos maravilhosos. Muitas docerias, duas, três por quarteirão, muito suspiro. Tem uns bancos pra gente sentar, bem confortáveis.  Na verdade eu não sei se são mesmo confortáveis porque se eu já estive por lá, esqueci. Não lembro.

Eu não conheço as pessoas que andam por lá, mas eu sei que tem um bom bocado delas pra eu visitar.
Minha casa no céu vai ter muita janela e eu quero todas abertas, se entrar ladrão e me matar não vou nem ligar mesmo. Não deve ter ladrão no céu. Nada parecido com violência, pelo menos quando penso nele não sinto medo.
Eu não sei porque mas tudo é muito branco no meu céu. Parece anúncio de sabão em pó. Branco alvejante! Então, minha casa vai ser branca. E mesmo com minha irmã, meu pai e minha mãe por lá, eu acho que eu prefiro morar sozinha, pelo menos até meu marido chegar da viagem da vida.

Eu tava falando com a minha amiga da gente escrever um livro, mas a gente tá demorando tanto que ela mesma sugeriu que a gente faça isso lá de cima. Já que, assim como eu, ela acha que o céu deve ser um lugar inspirador e com tempo pra esse tipo de projeto. Eu sugeri que a gente faça um primeiro livro juntas ainda em vida, pra abrir mercado pros leitores mais céticos. Mesmo porque não é todo mundo que curte livro psicografado.

Quando eu for pro céu quero ficar lá alguns milhões de anos. Eu tenho a maior preguiça dessa coisa de reencarnação. Ter que aprender a andar, falar, escrever, tudo de novo. Fora catapora, aquela fralda molhada Ai! Que preguiça.
E os budistas falam que a gente tem 14 encarnações. Pelo amor de Deus, se eu já tô exausta na primeira, imagina como eu vou chegar na décima quarta? Quatorze é vai e vem pra dedéu. Tô fora. Eu vou fazer parte da moçada da resistência a reencarnação. Deve ter alguém com a mesma preguiça que eu por lá.

Anúncios

10 comentários

  1. hahaha! Quem disse que vc está na primeira?
    Gostei da idéia do livro, precisando de parceria, to aqui! =D
    E amei teu céu. Mas vc esqueceu que tem que ter agulha e linha também! E que podemos ser vizinhas!

  2. Bah, a Elô escreveu a minha ideia! Como saber em qual delas a gente está?
    E também gostei deste céu delicado, com casas branquinhas, cheias de janelas abertas, repleto de docerias. É um céu mesmo!

  3. quero ser tua vizinha também e te preparar algodão doce, canjica, arroz doce, cocada, pudim de claras, sequilhos, marshmallows assados, e tudo que for branco e gostoso!

    Vamos bordar whitework num linho puro bem alvinho, fazer almofadinhas fofas combinando com edredons mais fofos (e brancos, todos), colares de rendinha branquinha adornados com missangas peroladas (perolada pode?) e tudo mais que for bonito e clarinho…

    Vamos pintar as unhas (???) de renda ou branco puríssimo, plantar margaridinhas e postar fotos na quinta flower do skyflickr, tomar vitamina de coco com muito leite, usar vestidinhos vaporosos brancos e havaianas também brancas…

    Passearemos com nossos gatos brancos (tadinho do Laranjo, rsrs), admirando a paisagem pra lá de relaxante e relembraremos de como nos conhecemos…

    Continuaremos nossa amizade e fofocaremos muito até a hora de reencarnar, porque eu gosto muito do céu, mas eu prefiro esta bagunça daqui mesmo, haha!!!

    muito boa!

  4. Adorei teu ceu!!!!! poderiamos montar uma vila!!!! Todas com linhas, agulhas,paninhos coloridos balançando ao vento!!!!! Cada uma fazendo o que bem quisesse!!!!!!! Lanchinhos no final da tarde,e escreva meu nome no livro da resistencia. Mas sem pressa!!!!!!Temos que lutar bastante aqui , para termos assuntinhos pro resto da eternidade!!!!!!

  5. Vamos sentar num desses bancos confortáveis e tomar um Sorvetinho?Tem sorvete né?!
    Amei…Tô rindo sozinha aqui..no Céu também quero ser tua vizinha pro Laranjo pular a cerca e ir me visitar…ele vai tbm né?!

  6. Não Elô! Ela não esqueceu da agulha e da linha não! é nosso maior projeto lá (depois de comer) costurar, costurar, costurar…… e já que todo mundo deixou o seu desejo aqui, o meu é que lá tudo dê certo: vc corta o tecido e ele sai do jeito que vc queria, voce fecha a costura e fica retinha… esses coisas que deixam uma “muié” agitada como eu maluca!!!!

    1. hahaha, adorei a vizinhança do céu! Sem pressa mesmo, ainda tenho muitas coisas a fazer por aqui! E o laranjo pode ir sim! Cores lindas no céu!!!
      Bela, lá você faz a saia pra mim? kkkkkkkkkk
      Ana, vou querer comer suas gostosuras também!
      Beti, eu quero que essa seja minha última, pra depois eu só viver no céu! rs

  7. Má, vc me fez pensar, será que vou ter uma casa lá no céu ou vou ter que morar em apartamento de novo? Naaaão! Só se for de frente pro mar rs. Mar no céu? que loucura…E doceria, será que tem mesmo? Ou teria um monte me anjinhos vigilantes pegando no nosso pé? Brincadeira, tb quero morar na sua vila viu? Tenho um gatinho lá me esperando, o Bill (gato animal mesmo rs) e mais um monte de gente legal. beijos flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s